29. ago. 2017

OAB SP critica possibilidade liberação de cursos de tecnólogos em serviços jurídicos

A Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil critica com veemência a possibilidade de liberação dos cursos de tecnólogos em serviços jurídicos. Para a Ordem paulista, a criação de curso cuja carreira não existe no meio jurídico é inadmissível e gera uma séria de consequências negativas. “A sociedade brasileira não tolera mais a proliferação de cursos que formam profissionais carentes de preparo e qualificação mínimos que lhes confiram condições de defender os direitos do cidadão”, acrescenta Marcos da Costa, presidente da OAB SP.

A existência desses cursos em nada ajudaria no aperfeiçoamento da Justiça. Na prática, a liberação, se ocorrer, pode abrir caminho para que mais jovens vivam o drama de milhares de bacharéis em Direito que são vítimas de instituições educacionais que não oferecem a formação técnico-jurídica com qualidade suficiente para que os alunos possam ingressar na advocacia.

A Secional paulista apoia as medidas que a OAB Nacional está tomando para combater o balcão de comercialização de diplomas que se desenha com a liberação desses cursos.

Fonte: OAB SP

Faça seu comentário

77 + = 85

ONDE ESTÃO LOCALIZADOS NOSSOS ESCRITÓRIOS